Domingo
25 de Outubro de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,61 5,61
EURO 6,64 6,65
LIBRA ES ... 7,31 7,32
PESO (ARG) 0,07 0,07
PESO (URU) 0,13 0,13

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
S&P 500 0,31% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva a

Segunda-feira - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
21ºC
Chuvas Isoladas

Quarta-feira - Campinas, SP

Máx
32ºC
Min
19ºC
Predomínio de

25/09/2020 - 14h23TJMG se une a instituições para criar Rede Mineira de IntegridadeProtocolo de intenções será assinado em 28/9, durante 1º Seminário Mineiro de Integridade

  A assesora Tatiana Camarão, que desenvolveu o Programa Integridade do TJMG, em reunião em 24/9 com o desembargador José Arthur Filho, superintendente administrativo adjunto da Casa, e o presidente do TJMG, desembargador Gilson Lemes Em um ato histórico, que pretende estabelecer um novo marco na criação de uma cultura da integridade entre os órgãos públicos mineiros, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e instituições parceiras assinam, na próxima segunda-feira (28/9), às 14h, o protocolo de intenções para criação da Rede Mineira de Integridade (RMI). O protocolo de intenções será assinado digitalmente, durante a solenidade de abertura do 1º Seminário Mineiro de Integridade. O evento reunirá, além do TJMG, o Governo do Estado, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a Defensoria Pública Estadual e o Tribunal de Contas do Estado (TCE).  A Rede Mineira de Integridade terá como objetivo principal fortalecer a atuação conjunta em ações de fomento à integridade, à prevenção e ao combate à corrupção e à promoção da ética pública, respeitadas as competências e atribuições de cada membro integrante. Visa ainda à difusão da cultura íntegra e ética tanto na Administração Pública quanto nas relações entre o setor público e toda a sociedade. Serão signatários do protocolo as seguintes autoridades: o presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes; o governador de Minas, Romeu Zema; o presidente da ALMG, deputado estadual Agostinho Patrus; o presidente do TCE-MG, conselheiro Mauri José Torres Duarte; o defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares; e o procurador-geral de justiça de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet. O ato de assinatura será transmitido pelo canal do 1º Seminário Mineiro de Integridade, aqui. Promoção e fomento Após a assinatura do protocolo de intenções para a criação da rede, será dado início aos debates do seminário, que tem por objetivo articular e fortalecer a interação dos agentes que atuam nos órgãos e entidades públicas de Minas Gerais, a partir da realização de debates com temáticas relevantes para a promoção e o fomento da integridade pública.  O seminário online reunirá, nos dias 28, 29 e 30/9, especialistas no tema e autoridades dos três Poderes de Minas. O evento se baseia na visão de que a cultura ética é essencial para a melhoria dos serviços públicos e o desenvolvimento de uma relação sustentável e íntegra entre o setor público e o privado. Dirigido aos públicos internos dos órgãos participantes, ao público externo com interesse no tema e à sociedade em geral, o evento é uma iniciativa conjunta dos órgãos que assinam o protocolo para a criação da rede — no caso do Governo de Minas, por meio da Controladoria-Geral do Estado de Minas Gerais (CGE-MG) —, com o apoio da Transparência Internacional Brasil (TIBr). As inscrições para participar do 1º Seminário Mineiro de Integridade encontram-se abertas e podem ser feitas aqui.  Programação Os debates da segunda-feira (28/9) começam logo após a assinatura do protocolo de intenções, com exposição do diretor executivo da Transparência Internacional Brasil, o economista Bruno Andrade Brandão. Ele vai abordar a importância da integração entre os órgãos de controle democráticos na promoção da integridade no setor público.  Três sessões de debate integram a programação. A primeira delas, no dia seguinte (29/9), às 10h, trará uma discussão sobre a implementação dos planos de integridade no setor público. A partir das experiências da CGE-MG e do TJMG, serão compartilhadas visões sobre os benefícios dos planos e dos principais desafios enfrentados pelos órgãos.  A sessão contará com a participação, como debatedora, da professora Tatiana Camarão, assessora técnica do TJMG e responsável pelo desenvolvimento do Programa Integridade do Judiciário de Minas. A Corte mineira foi a primeira, entre os tribunais estaduais, a estabelecer uma iniciativa voltada exclusivamente ao combate à prática de corrupção e fraude. A segunda sessão, na terça-feira (29/9), às 14h, irá reunir o MPMG e o TCE-MG em uma abordagem sobre as práticas contemporâneas de integridade e prevenção da corrupção, buscando também analisar as principais tendências, no Brasil e no mundo, dentro dessa área.  Já a terceira sessão, na quarta-feira (30/9), às 14h, focará o tema a partir da perspectiva do cidadão. A DPEMG e a ALMG, instituições reconhecidas pelos serviços públicos oferecidos diretamente à população, abordarão a melhoria de seus serviços como uma importante ação no sentido do fomento à integridade pública. Encerrando os trabalhos, na sequência, às 15h30, a consultora Nadia Masri-Pedersen, especialista no desenvolvimento da boa governança, profere palestra na qual analisará o caminho seguido pelo governo dinamarquês para alcançar o mais baixo índice de percepção de corrupção entre todos os países avaliados pela Transparência Internacional, no Corruption Perceptions Index. A programação completa do seminário e outras informações podem ser conferidas aqui.  
25/09/2020 (00:00)
Visitas no site:  3206263
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia